Óleos Essenciais

Óleos Essenciais Fototóxicos vs Dermo Cáusticos

Óleos essenciais de limão siciliano, arruda, canela e orégano. Dois deles são dermo cáusticos e dois são fototóxicos. Você sabe dizer quais são o quê?

Óleos essenciais fototóxicos (ou fotossensíveis) são aqueles que, quando você passa na pele, deve evitar se expor ao sol durante um tempo.

Os agentes fototóxicos mais comuns são os psoralenos ou furanocumarinas, encontrado principalmente em óleos essenciais cítricos.

Entretanto, estas substâncias são pouco voláteis. Desta forma, alguns óleos essenciais, mesmo sendo cítricos, não são fototóxicos quando destilados a vapor.

Um exemplo é o óleo essencial de limão siciliano, que quando extraído por destilação, não é fototóxico. Como nem sempre sabemos a forma de extração de cada óleo, melhor evitar a exposição ao sol após usá-lo na pele.

Alguns óleos essenciais fototóxicos são: Angélica raiz, Bergamota, Laranja azeda, Cominho, Limão siciliano e Taiti (extraídos a frio), Mandarina, Arruda, Tagetes, entre outros.

Então, se for usar algum destes óleos em formulações para massagens no corpo ou rosto, prefira usar à noite e tome banho antes de sair ao sol.

Já os óleos essenciais dermo cáusticos são aqueles que podem causar algum dano à pele, mesmo que a pessoa não saia ao sol depois. Os óleos essenciais da família do Fenol, que são os mais potentes antimicrobiais, geralmente têm esta característica.

Se você já passou um óleo essencial de cravo, orégano, canela ou tomilho diretamente na pele, sabe que eles causam ardência e deixam a pele vermelha depois.

Então, sempre dilua os óleos essenciais dermo cáusticos em um óleo vegetal carreador antes de passar na pele!

E você, acertou a pergunta da foto? Já teve experiências com algum óleo fototóxico ou dermo cáustico? Conte nos comentários sua experiência!

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE